Informe Publicitária

Informe Publicitária

segunda-feira, 27 de abril de 2015

ESCASSEZ DE ÁGUA AFETARÁ DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL EM 2050, DIZ FAO

A escassez de água afetará dois terços da população mundial em 2050 devido ao uso excessivo de recursos hídricos para a produção de alimentos, alertou no último dia 14 de abril a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).
A informação está no relatório Rumo a um futuro com segurança hídrica e alimentar, feito pela FAO e apresentado no segundo dia do 7º Fórum Mundial da Água (FMA), realizado em Daegu, na Coreia do Sul, realizado na sexta-feira (17).
Atualmente, cerca de 40% da população do planeta sofre com a escassez de água, uma proporção que aumentará até dois terços em 2050, alerta o documento.
Esse aumento será causado pelo consumo excessivo de água para a produção de alimentos e para a agricultura. Segundo a FAO, atualmente há regiões do planeta em que se utiliza mais água subterrânea do que a armazenada de forma natural. O relatório cita, entre essas áreas, a Ásia Meridional e Oriental, o Oriente Médio, a África do Norte e a América do Norte e Central, acrescentando que, em algumas regiões, “a agricultura intensiva, o desenvolvimento industrial e o crescimento urbano são os responsáveis pela contaminação das fontes de água.
Seguranças alimentar e hídrica
A FAO pediu aos governos de todo o mundo que “atuem para assegurar que a produção agrícola, pecuária e de peixes seja feita de forma sustentável e que ajudem a preservar os recursos hídricos”.
“As seguranças alimentar e hídrica estão estreitamente ligadas”, declarou o presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, ao apresentar o relatório. Ele defendeu uma agricultura centrada na sustentabilidade mais do que na rentabilidade imediata.
“Acreditamos que com o desenvolvimento dos enfoques locais e os investimentos adequados, os líderes mundiais podem assegurar que haverá volume suficiente, qualidade e acesso à água para garantir a segurança alimentar em 2050 e mais além”, disse Braga.
Agricultura
De acordo com o documento, em 2050 serão necessários 60% a mais de alimentos no mundo, enquanto a agricultura continuará a ser o maior consumidor de água.
Mesmo com o aumento da urbanização, em 2050 grande parte da população mundial continuará a ganhar a vida com a agricultura, apesar de o setor ser afetado com a redução do volume de água disponível devido à competição com as cidades e as indústrias.
Nesse cenário, os agricultores e, sobretudo, os pequenos agricultores terão de encontrar novos caminhos “por meio da tecnologia e das práticas de gestão” para aumentar a produção, com disponibilidade limitada de terra e de água, destaca o documento.

Fonte: EcoD

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O PRÊMIO CEPE NACIONAL DE LITERATURA

Como parte da programação comemorativa dos 100 da Imprensa Oficial do Estado de Pernambuco, a Companhia Editora de Pernambuco, vinculada à Secretaria da Casa Civil, lançou o Prêmio Cepe Nacional de Literatura. As inscrições poderão ser feitas poderão ser feitas até o dia 15 de maio.  O edital está disponível no site da Companhia no endereço http://zip.net/btq5hc
Os trabalhos, junto com a documentação, devem ser enviados pelos Correios, ou entregues na sede da própria Cepe (Rua Coelho Leite, 530, Santo Amaro) das 8h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 8h às 16h, nas sextas-feiras.
O prêmio total do concurso é da ordem de R$ 80 mil, sendo R$ 20 mil para os vencedores de cada categoria: romance, contos, poesia e literatura infanto juvenil. Podem participar brasileiros residentes no país ou no exterior, bem como estrangeiros naturalizados. Além de serem escritas em português, as obras devem ser totalmente inéditas.


EM ENTREVISTA, LUCIANO CAPITÃO FALA DA IMPORTÂNCIA DE UMA POLÍTICA LIMPA E UNIDA

Na ultima quinta-feira (23), o vereador e presidente da Câmara Municipal, Luciano Capitão (PSB) juntamente com o líder da situação, Francisco Edivaldo estiveram em uma rádio local falando sobre as ações promovidas e realizadas pela Casa Legislativa Municipal Joaquim Pereira Lima e outros assuntos de interesse publico.
A Câmara, atualmente, conta com 3 divisões políticas, os de situação, os de oposição e os independentes; apesar disso, quando necessário há a união dos vereadores de maneira unanime a pensar no geral e na população, como caminho de fortalecimento tanto ao legislativo quanto a população que precisa das ações diretas ou indiretas dos Vereadores. Luciano Capitão salientou a importância de uma política limpa e lembrou de seus antepassados políticos que, assim como ele, se mantiveram na linha e que realizaram uma política limpa e as claras a população, que é quem realiza a escolha de seus representantes do legislativo.
Luciano Capitão pontuou ainda a importância de uma política unida e de interesses em comum de melhorias para Araripina; e criticou a postura denegridora que a oposição  vem assumido em debates desconstruídos que ao invés de somar as políticas sociais e de melhorias as cidade, preocupa-se em apontar falhas mínimas e desmerecimento dos serviços que vem sendo feitos pela Câmara Municipal de Araripina, através da pessoa de seu presidente, Luciano Capitão.





PARA DAR SUPORTE AOS EMPREENDEDORES DE SUCESSO, FIEPE INAUGURA ESCRITÓRIO REGIONAL EM ARARIPINA

A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco-FIEPE inaugurou na ultima quinta-feira (23) um moderno e amplo escritório para dar suporte aos empreendedores industriais de toda região do Araripe.

Em solenidade bastante prestigiada, com a presença de toda diretoria da FIEPE, capitaneada pelo Sr. Ricardo Essinger, cujo pronunciamento destacou a capacidade empreendedora dos araripeanos, não disfarçando a alegria de ver a meta de descentralização sendo alcançada, estabelecendo a sua organização em uma das cidades mais distantes da capital.

O prefeito Alexandre Arraes, fez um relato das potencialidades de Araripina e região, agradecendo, enaltecendo e parabenizando a diretoria pela feliz iniciativa, desejando também boa sorte para os gestores locais, em nome da contadora Ceiça Costa.

Para Alexandre Arraes a escolha de Araripina representa acima de tudo um  reconhecimento ao potencial de hoje e a expectativa de crescimento que ora vive o município, considerado como o que mais se desenvolve no alto sertão pernambucano.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

ATLETAS NA EXPECTATIVA PARA A TRADICIONAL CORRIDA DO TRABALHADOR

No dia primeiro de maio acontece a tradicional Corrida do Trabalhador, uma realização da Prefeitura Municipal de Araripina, através das Secretarias de Esportes e Cultura e contará com a participação de atletas do município e de outras cidades da região e de outros estados. A corrida do trabalhador será dividida nas seguintes categorias: visitantes (masculino e feminino) – atletas que não residem em Araripina; e prata da casa (masculino e feminino), atletas que comprovem residência fixa de no mínimo um ano. A prova terá o percurso de 10 Km, com largada na Rua Coelho Rodrigues (em frente à sede da prefeitura) e chegada no mesmo local. A concentração dos atletas acontece às 07h e a largada às 08h.
Todos os atletas participantes que completarem a prova receberão medalhas e troféus para os 1º, 2º e 3º colocados (masculino e feminino), além de premiação em dinheiro. Serão R$ 10 mil em prêmios para os ganhadores.
As inscrições podem ser feitas até o dia 24 de abril no horário de expediente nas Secretarias de Esportes e Cultura, na rua Agamenon Magalhães, 618, Centro. No ato da inscrição o atleta deve estar em mãos com o documento de identidade ou certidão de nascimento (original ou cópia autenticada), comprovante de residência e um quilo de alimento não perecível. A entrega dos kits será no dia 30 de abril das 14 às 18 horas.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

NUNCA OFENDA A PESSOA ERRADA


Por Francisco Ferraz

Muitos erros políticos, de grandes e graves consequências, poderiam ser evitados com um pouco mais de paciência, atenção e serenidade. Dentre esses, estão os erros desnecessários. É óbvio que todo o erro deve ser evitado, e que não há erro necessário. Entretanto, erros se cometem, é humano e inevitável, mais ainda numa campanha.

Há, pois, erros que decorrem de decisões estratégicas, nas quais, as desvantagens do erro são menores do que as vantagens possíveis do acerto. São situações em que o político se arrisca, ousa, e, eventualmente, paga o preço, ou recolhe os lucros da sua ousadia. Estes são erros "inevitáveis". Decorrem de uma decisão consciente de assumir um risco, com vistas a um benefício maior.

Existem outros erros, entretanto, que resultam da precipitação, do descuido, da inexperiência, e da própria incompetência. Estes erros podem e devem ser evitados. Eles não contêm aquele potencial de ganho que o erro, numa ação estratégica, possui.

Dentre estes últimos, ofender a pessoa errada é um dos mais comuns e de conseqüências mais danosas. Na atmosfera inquieta e nervosa da campanha, circulam muitas informações não confirmadas, transitam muitos boatos, e chegam-se a conclusões finais sobre pessoas, com muita precipitação.

VEREADOR GENIVAL DA VILA CONVIDA


EXCLUÍDO, BRINGEL FILHO GARANTE QUE SE ADAPTOU RÁPIDO A OPOSIÇÃO

Na sessão plenária da ultima quarta-feira (22) o vereador Bringel Filho (PSDB) demostrava bastante descontração entre os colegas da oposição. Segundo o vereador, ele tirou um grande peso das costas depois que o seu pai, o ex-deputado Bringel rompeu definitivamente com o prefeito Alexandre Arraes.

O jovem vereador não esconde de ninguém que está se preparando politicamente para compor uma chapa majoritária nas próximas eleições municipais de Araripina. Bringelzinho disse ainda que foi muito bem recepcionado pela bancada de oposição.

Perguntado se seu objetivo é mesmo ser o vice de Socorro Pimentel ou do ex-deputado Raimundo, ele sorriu e disse: “em política nunca podemos dizer que é impossível”. Finalizou o jovem vereador.

LUCIANO CAPITÃO SAI EM DEFESA DO PÓLO GESSEIRO, CADEIA PRODUTIVA DA MANDIOCULTURA E DA UNIVERSIDADE DE MEDICINA


O vereador presidente da Câmara Municipal Luciano Capitão (PSB) aproveitou seu discurso na ultima sessão da câmara para fazer uma defesa da criação de políticas públicas de incentivo a produção e utilização da mandiocultura na região. Por ser originária do Brasil e de fácil cultivo em todo o território nacional, a mandioca é boa alternativa para pequenos produtores. Por sua adaptação às condições do Sertão, baixo custo de exploração e elevado potencial produtivo, a mandioca se constitui em uma promissora cultura para a agricultura familiar. 

Continuando sua participação na tribuna da ultima sessão ordinária da câmara municipal o vereador presidente pediu união no polo gesseiro que gera atualmente 12 mil empregos diretos na região do Araripe.  Atualmente, a região é a principal produtora de gesso do país, concentrando aproximadamente 80% das minas brasileiras. De acordo com informações do Sebrae, o polo conta com aproximadamente 700 empresas, distribuídas pelos municípios de Araripina, Trindade, Ipubi, Ouricuri e Bodocó, gerando 12 mil empregos diretos. Diante da atual crise que assombra o setor, o vereador pede união para superar os desafios e manter o setor evoluindo e gerando emprego e renda às famílias da região.

Ao final, e ainda lembrando a potencialidade da região, o vereador Luciano pediu aos colegas vereadores e demais autoridades de Araripina para se empenhar em defesa da conquista da universidade de Medicina para Araripina na certeza que além de preparar futuros médicos para diminuir a demanda no setor da saúde que tanto clama a população do local, também traria mais desenvolvimento com os estudantes que viriam estudar na cidade.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

A ARTE DE ESCREVER PARA IDIOTAS

Em nossa cultura intelectual e jornalística surge uma nova forma retórica. Trata-se da arte de escrever para idiotas que, entre nós, tem feito muito sucesso. Pensávamos ter atingido o fundo do poço em termos de produção de idiotices para idiotas, mas proliferam subformas, subgêneros e subautores que sugerem a criação de uma nova ciência.

Estamos fazendo piada, mas quando se trata de pensar na forma assumida atualmente pela “voz da razão” temos que parar de rir e começar a pensar.

Artigos ruins e reacionários fazem parte de jornais e revistas desde sempre, mas a arte de escrever para idiotas vem se especializando ao longo do tempo e seus artistas passam da posição de retóricos de baixa categoria para príncipes dos meios de comunicação de massa. Atualmente, idiotas de direita tem mais espaço do que idiotas de esquerda na grande mídia. 

Mas isso não afeta em nada a forma com que se pode escrever para idiotas.

Diga-se, antes de mais nada, que o termo idiota aqui empregado guarda algo de seu velho uso psiquiátrico. Etimologicamente, “idiota” tem relação com aquele que vive fechado em si mesmo. Na psiquiatria, a idiotia era uma patologia gravíssima e que, em termos sociais, podemos dizer que continua sendo.

Uma tipologia psicossocial entra em jogo na história, baseada em dois tipos ideais de idiotas: o idiota de raiz, dentre os quais se destaca a subcategoria do idiota representante do conhecimento paranoico, e o neo-idiota, com destaque para o “idiota” mercenário que lucra com a arte de escrever para idiotas.

Vejamos quem são:

1- Idiota de raiz é fruto de um determinismo: ele não pode deixar de ser idiota. Seja em razão da tradição em que está inserido ou de um déficit cognitivo, trata-se de um idiota autêntico.

O Idiota de raiz divide-se em três subtipos:

1. 1 – Ignorante orgulhoso: não se abre à experiência do conhecimento. Repete clichês introduzidos no cotidiano pelos meios de informação que ele conhece, a televisão e os jornais de grande circulação, em que a informação é controlada. Sua formação é “midiatizada”, mas ele não sabe disso e se orgulha do que lhe permitem conhecer. No limite, o ignorante orgulhoso diz “sou fascista”, sem conhecer a experiência do fascismo clássico da década de 30 e o significado atual da palavra, assim como é capaz de defender sem razoabilidade alguma ideias sobre as quais ele nada sabe. Um exemplo muito atual: apesar da violência não ter diminuído nos países que reduziram a maioridade penal, a ignorância da qual se orgulha o idiota, o faz defender essa medida como solução para os mais variados problemas sociais. Ele se aproxima do “burro mesmo” enquanto imita o representante do conhecimento paranoico, apresentados a seguir.

1.2 – “Burro mesmo”: não há muito o que dizer. Mesmo com informação por todos os lados, ele não consegue juntar os pontinhos. Por exemplo: o “burro mesmo” faz uma manifestação “democrática” para defender a volta da ditadura. Para bom entendedor, meia palavra…

1.3 – Representante do conhecimento paranoico: tendo estudado ou sendo autodidata, o representante do conhecimento paranoico pode ser, sob certo aspecto, genial. Freud comparava, em sua forma, a paranoia a uma espécie de sistema filosófico. O paranoico tem certezas, a falta de dúvida é o que o torna idiota. Se duvidasse, ele poderia ser um filósofo. O conhecimento paranoico cria monstros que ele mesmo acredita combater a partir de suas certezas. O comunismo, o feminismo, a política de cotas ou qualquer política que possa produzir um deslocamento de sentido e colocar em dúvida suas certezas, ocupa o lugar de monstro para alguns paranoicos midiaticamente importantes.

Curioso é que o representante do conhecimento paranoico pode parecer alguém inteligente, mas seu afeto paranoico o impede de experimentar outras formas de ver o mundo, abortando a potência de inteligência, que nele é, a todo momento, mortificada. Isso o aproxima do “ignorante orgulhoso” e do “burro mesmo”.

Em termos vulgares e compreensíveis por todos: ele é a brochada da inteligência.

2 – Neo-idiota: o neo-idiota poderia não ser um idiota, mas sua escolha, sua adesão à tendência dominante, o coloca nesse lugar. Não se pode esquecer que, além de cognitiva, a inteligência é uma categoria moral. O neo-idiota não é apenas um idiota, mas também um canalha em potencial.

Há dois subtipos de neo-idiota:

2.1 – O “idiota” mercenário quer ganhar dinheiro. Ele serve aos interesses dominantes, mas é um idiota como outro qualquer, porque não ganha tanto dinheiro assim quando vende a alma.

Nessa categoria, prevalece o mercenário sobre o idiota. Por isso, podemos falar de um idiota entre aspas. Ganha dinheiro falando idiotices para os idiotas que o lerão. Seu leitor padrão divide-se entre o “burro mesmo” e o “idiota cool”. Ele escreve aquilo que faz o “burro mesmo” pensar que é inteligente. O idiota cool, por sua vez, se sente legitimado pelo que lê. O que revela a responsabilidade do idiota mercenário no crescimento do pensamento autoritário na sociedade brasileira. Apresentar Homer Simpson ou qualquer outro exemplo de “burro mesmo” como modelo ideal de telespectador ou leitor é paradigmático nesse contexto.

PUBLICIDADE


CCJ DO SENADO APROVA PROJETO DE SERRA SOBRE VOTO MAJORITÁRIO PARA VEREADOR

Brasília - Os senadores da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovaram nesta quarta-feira, 22, o projeto de lei que institui o voto majoritário para a escolha de vereadores em municípios acima de 200 mil eleitores. A proposta, de autoria do ex-governador e senador José Serra (PSDB-SP), prevê que uma cidade será dividida em distritos, em igual número ao das vagas da respectiva Câmara Municipal. Cada distrito vai eleger o vereador por maioria simples, ou seja, se atingir mais de 50% dos votos.
Cada partido ou coligação partidária só poderá registrar um candidato a vereador por distrito e cada vereador terá um suplente. Caberá aos Tribunais Regionais Eleitorais fixar os distritos, observando a continuidade do território e a igualdade de voto. Se virar lei, a proposta vai alcançar apenas 92 municípios dos mais de 5,5 mil.
A proposta passou pela CCJ em caráter terminativo, o que, pelo regimento do Senado, remete a medida diretamente para a Câmara dos Deputados. Isso só não vai ocorrer se tiver recurso de senadores para apreciação do projeto pelo plenário do Senado. Serra e peemedebistas defendem a aprovação da proposta pelo Congresso antes de outubro deste ano, a fim de as novas regras poderem valer para as eleições municipais de 2016.
Os integrantes da comissão, contudo, firmaram um acordo por meio do qual eles vão aprovar o texto como está no Senado e procurar lideranças da Câmara a fim de eventualmente discutir a alteração do sistema de votação para os vereadores para um voto distrital misto. Esse modelo é uma combinação do voto majoritário, previsto na proposta de Serra, e do voto proporcional, sistema de eleição atualmente adotado. A Câmara já instalou uma comissão especial para discutir a reforma política.
Coube ao senador Roberto Rocha (PSB-MA) levantar a discussão sobre a adoção do sistema de voto distrital misto. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse que o acordo demonstrará um "avanço grande" do Senado na discussão da reforma política. O relator da proposta e líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), concordou com o acordo e ainda admitiu que não tem "nenhuma objeção" do sistema distrital misto. "Pelo contrário, sou até a favor (da proposta)", disse o peemedebista.
Dois senadores do PT, Humberto Costa (PE), líder do partido na Casa, e José Pimentel (PT-CE), líder do governo no Congresso, votaram contrariamente à proposta. Para Humberto Costa, o modelo previsto no projeto de Serra vai impedir que minorias consigam se eleger. "Nós vamos ter sem dúvida a impossibilidade que essas Câmaras possam refletir essa diversidade que é própria da sociedade", criticou o petista. O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), outro voto contrário, foi um dos poucos que criticaram o projeto original de Serra. Segundo ele, a adoção do sistema distrital para vereadores pode levar a um bipartidarismo.

MUNICÍPIO DO ARARIPE NO CEARÁ TERÁ NOVAS ELEIÇÕES PARA PREFEITO E VICE NO DIA 17 DE MAIO

Eleitores do município de Araripe, localizado a 526,8 km de Fortaleza (Cariri) voltarão às urnas no próximo dia 17 de maio para eleger o novo prefeito e o vice. Isso porque no mês de março, o prefeito e o vice-prefeito, José Humberto Germano Correia e Guilherme Lopes de Alencar, respectivamente, eleitos em 2012, foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE).

Os gestores foram condenados por abuso de poder político após contratar servidores públicos, em caráter temporário, no período vetado por lei. O prefeito cassado havia sido eleito com diferença de apenas 45 votos. O candidato derrotado no pleito, o petista Giovane Guedes, homologou sua candidatura na convenção do partido para disputar novamente a eleição. “Estivemos muito próximos de vencer, disputamos com um grupo politico bem superior ao nosso, mais forte. A expectativa é de vitória, estamos com a maioria na Câmara”, disse o candidato do PT.

O ex-presidente da Câmara Municipal e atual prefeito interino, Damião Alencar (PSD), é candidato à prefeitura. Alencar havia deixado o grupo político do prefeito cassado, mas voltou a fazer oposição ao PT e PR pouco antes de assumir candidatura.


Segundo ele, houve “divergências políticas” com o grupo do petista de Giovane. Segundo Guedes, o grupo político formado pelo PSD, PCdoB e Pros é próximo à direção do PT estadual, razão pela qual o PT municipal fez campanha para Eunício Oliveira em 2014 na eleição para governador.